Publicidade

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Moradores são multados por causa de calçadas irregulares no Jardim Perí

Segundo a Prefeitura, passeios estão fora do padrão na Zona Norte.
Orientações foram dadas após a aplicação da multa de R$ 500.



Leia a matéria completa no Portal G1/SP

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Governo muda traçado do Rodoanel

Trecho Norte não vai mais ter trevo com saída para a Avenida Inajar de Souza e pistas vão desviar de dois bairros em Guarulhos

Paulo Saldaña - O Estado de S.Paulo
Catorze anos depois de ter seu primeiro traçado proposto (com 31 quilômetros e três túneis contornando a Serra da Cantareira pelo lado sul) e sem que um quilômetro tenha saído do papel, o futuro Trecho Norte do Rodoanel Mário Covas teve ontem seu traçado novamente alterado. Desta vez, as mudanças agradaram às prefeituras de São Paulo e Guarulhos.
O projeto sofreu três alterações. Ligada ao governo do Estado, a Desenvolvimento Rodoviário S.A. (Dersa) suprimiu o trevo de ligação com a Avenida Inajar de Souza, na Vila Nova Cachoeirinha, zona norte da capital, e fez um desvio da mancha urbana nos bairros de Bambi e do Cabuçu de Baixo, no município de Guarulhos - nesta área, aliás, prevê-se mais um túnel, o sétimo do trecho.
A exclusão do trevo na Inajar de Souza do projeto foi um pedido da Prefeitura de São Paulo, conforme antecipou o Estado no dia 21 de abril. O parecer do Município a respeito do Trecho Norte afirmava que a ligação nessa via da zona norte prejudicaria o trânsito da Marginal do Tietê e, consequentemente, no restante da cidade. A Dersa informou na ocasião que o trevo traria efeito contrário: aliviaria a Marginal.
As mudanças foram apresentadas ontem em audiência pública pelo presidente da Dersa, Laurence Casagrande Lourenço. Mais de 300 moradores dos bairros atingidos pela obra participaram do evento público, no Instituto de Engenharia, na zona sul da capital. O clima chegou a ficar tenso e as apresentações dos diretores da Dersa foram interrompidas diversas vezes pelos presentes.
Cancelamento. A advogada Maria Cristina Greco, da seção Santana da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-SP), chegou a pedir o cancelamento da audiência, argumentando que não há trajeto licenciado para a obra. Lourenço negou o pedido. "Indeferimos porque é do interesse público." Insatisfeita, Cristina pretende protocolar esse pedido de cancelamento agora no Ministério Público Estadual (MPE).
Com orçamento estimado de R$ 5,8 bilhões, o projeto do Trecho Norte defendido atualmente pelo governo tem 44,2 km e vai das Avenidas Raimundo Pereira de Magalhães, em São Paulo, à Via Dutra, em Arujá.
PONTOS-CHAVE
Traçado
Com a polêmica causada pelos túneis na Serra da Cantareira, o Estado falava em três opções de traçado: perto da capital, intermediário e afastado (cortando a Cantareira).
Disputas
Definido o traçado intermediário, teve início a disputa com os municípios, que brigam por escolas e parques na área.
Licitação
O governo espera lançar o edital no próximo mês e começar as obras ainda neste ano.

Publicidade

Postagens populares