Publicidade

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Hospitais da zona norte ficam sem médicos de novo

Anamaria Rinaldi
do Agora
Pacientes que procuraram hospitais estaduais na zona norte não conseguiram ser atendidos por falta de médicos. Ontem, o Hospital Geral de Vila Penteado estava sem pediatras e clínicos gerais.
Quem buscava atendimento era encaminhado para o Hospital Municipal de Pirituba, onde a espera chegava a cinco horas.
No sábado, o da Vila Nova Cachoeirinha também não tinha pediatras.
Este não foi o primeiro final de semana com problemas nos hospitais da região.
Em março, o Pronto-Socorro Municipal 21 de Junho chegou a suspender parte do atendimento.
Segundo pacientes, o problema de falta de médicos no Hospital de Vila Penteado acontecia desde a madrugada.
A recepcionista Luciene Montenegro da Silva, 34 anos, chegou às 5h30 com a mãe, que estava com formigamento em todo o corpo. Até o meio-dia, ela ainda não havia sido atendida.
"Uma funcionária disse que três médicos estavam dormindo", afirmou.
Resposta
A Secretaria de Estado da Saúde informou ontem, por meio de nota, que o Hospital Geral de Vila Penteado tinha 15 médicos ontem, sendo dois pediatras e dois ortopedistas.
"Assim como qualquer PS, a unidade prioriza o atendimento de casos graves e urgentes de pacientes com risco de morte", disse.
A pasta afirmou que o hospital não nega atendimento e que a opção de procurar outros serviços da região é colocada como alternativa.
O hospital tem concurso para contratar mais 79 médicos. Sobre a queixa de que médicos estavam dormindo, a secretaria diz que vai apurar a situação.
A pasta disse ainda que não faltam médicos nas unidades de Taipas e de Vila Nova Cachoeirinha.
"Os dois hospitais tiveram um aumento atípico de 30% nos atendimentos de casos de emergência neste final de semana", afirmou.
A secretaria disse também que as duas unidades dão prioridade a casos mais graves.
Já a Secretaria Municipal da Saúde afirmou que ontem a AMA Pirituba apresentou "aumento substancial no número de atendimentos" em virtude do encaminhamento feito por outras unidades.
O quadro de funcionários, disse, estava completo.

Publicidade

Postagens populares