Publicidade

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Descaso do ILUME mantém lâmpadas acesas por mais de 60 dias na Vila Rica

Problema solucionado em 27/09/2013

Atualizado em 26/09/2013 - às 7,30 horas 
Rua Cedro Branco, Vila Rica, iluminada durante as 24 horas do dia.
Mais fotos, clique aqui!
Quando fiz este registro em 01/08/2013, as lâmpadas na região já estavam nesta situação há pelo menos uns quinze dias.

Na mesma data abri uma solicitação no SAC da Prefeitura (ILUME) que levou o nº 081349236 pelo telefone: 08007790156, pelo que constato serve apenas para ilustrar propagandas da Prefeitura.

Passando pelo local hoje, fiz os registros abaixo para mostrar que a situação continua a mesma:

Quadras do CDC Vila Rica
Rua Cedro Branco e quadra do CDC Vila Rica

Pátio da EMEI Vila Rica
Esquina com a Rua Cedro Branco, em frente a EMEI Vila Rica
Sabemos que nosso país ainda não é auto-suficiente na produção de energia elétrica, enquanto campanhas e mais campanhas são veiculadas em emissoras de rádio e televisão, pedindo economia de energia elétrica, acontece um descaso deste em plena cidade de São Paulo.

Obrigado ILUME, a NATUREZA e o MEIO AMBIENTE agradecem!

Minha opinião:

INCOMPETÊNCIA PURA!

Atualização 22/09/2013 - 8,30 horas:
Reclamação veiculada no programa CBN/SP - com Thiago Barbosa

Houve um tempo em que se veiculava reclamação na imprensa e o problema era resolvido de imediato, hoje o descaso é tão grande que não estão nem aí com a população.

Atualização 26/09/2013

Em contato mantido com  o ILUME, ontem, fomos informados que uma equipe esteve no local para verificação em 29/08 às 18,20 horas e não foi encontrado nenhum problema.
A pergunta que fica, a reclamação refere-se a lâmpadas acesas durante o dia e a vistoria é feita no início da noite. Isso pode?

Foi aberto um novo protocolo com o nº 091378928 com prazo para verificação de 72 horas.

Continuaremos de olho!

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Flagrante do dia


Carroçeiro descarta entulho em ponto viciado na avenida Inajar de Souza. Se é por falta de educação ou propositalmente não vem ao caso, o que importa é que está agindo de forma errada e, segundo a legislação vigente, caso fosse flagrado por eventuais fiscais da Prefeitura seria multado em R$ 12.500,00 e responderia por crime ambiental.

Como hoje em dia as leis não são para serem cumpridas, o cidadão fica a vontade.

Foto de hoje (06/09) às 9,00 horas.

Publicidade

Postagens populares